Padaria Chilena

 

Minha curta experiência no Chile me chamou a atenção com sua culinária simples e excepcional.

Quando estava na Ilha de Páscoa, que tem forte influência chilena mesmo não sendo muito próximo da costa, experimentei algumas receitas básicas dessa cultura. Entre muitas empanadas, que também merecem um post único, experimentei os famosos hallullas, os pãezinhos chilenos.

Hallulla está para o Chile como o pão francês está para o Brasil. Mas ele também pode ser encontrado na Bolívia e no Equador.

Dizem que o nome “hallulla” é de origem Árabe-hispânico, que significa “pão de festas” e este em Árabe significa “pão ázimo” – que conta a tradição judaica-cristã  foi feito pelos israelitas antes da fuga do Antigo Egito, por que não houve tempo para esperar até a massa fermentar – acho que deram esse nome porque o hallulla é achatadinho, como o pão ázimo.

Esse pão popular no Chile e também na Ilha de Páscoa, é redondo, firme, plano, um pouco achatado e tem furinhos de garfo ou de palito em cima (acredito que sejam apenas decorativos e também para diferenciar de outros pões parecidos), ah e também na versão integral.

Além de ser uma delícia, seu tamanho é perfeito para fazer sanduíches com queijo, presunto, palta (avocado) ou qualquer coisa que você queira.

Lá na Ilha íamos cedo na padaria e comprávamos pelo menos uns 4 hallulas, dois para cada um, e comíamos com palta, ou ovos mexidos, ou manteiga, com o pão ainda quentinho. Eu gosto dele até sem nada.

Ainda não testei a receita mas fica o convite para quem quiser experimentar, já que aqui no Brasil não faço ideia de onde encontrar – o que é curioso pois a receita é bem básica, toda padaria poderia ter (dica para quem tem padaria, haha).

 

Receita Hallullas

Ingredientes

  • 1kg de farinha
  • 500ml de água morna
  • 25g de sal (~ 1/2 colh. (sobremesa))
  • 30g de fermento biológico fresco
  • 2 colheres de chá de açúcar
  • 40g de leite em pó (~2 colh. (sopa))
  • 50g de banha de origem animal (tipo banha de porco ~1 colh. (sopa) cheia)

Modo de preparo

Passo 1.
Fazer uma esponja com 1 xíc. da água morna + leite em pó + açúcar + 3 colh. (sopa) da farinha + fermento.
Cobrir com um pano e deixar descansar 15 minutos para crescer.
Passo 2.
Se precisar pode adicionar um pouquinho a mais de banha, até que, após sovar bem a massa, ela fique lisa e suave.
Passo 3.
Corte a massa em círculos de ~10 cm de diâmetro.
Faça uns furinhos com palito de dente na parte de cima do pão.
Deixe a massa descansar por 30 min. em local morno.
Passo 4.
Coloque os pães em assadeira bem untada.
Asse em forno com temperatura alta até que estejam dourados.
Passo 5.
Retire do forno e pincele com uma mistura de 2 gemas + 1 colh. (sopa) de água fria.
Isso vai deixá-los mais douradinhos.
Pronto!

 

Receita tirada daqui.

Fonte: Wikipedia

Fotos de Carol Corção

 

Carol

Sobre a Carol

Sou a irmã do meio entre a Mari e a Helena, e prima da Camila. Uso a criatividade tanto na cozinha quanto na minha profissão de Designer e Fotógrafa. Prefiro preparar comidas simples (como mousse de maracujá), saudáveis (qualquer coisa que vá legumes) e rápidas (como wraps) e em eventos sempre levo a sobremesa. Sou uma entusiasta na cozinha!

7 thoughts on “Padaria Chilena

  1. TUDO ISSO QUE VC FALA ES VERDADE, CADA DIA EN LA MAÑANA ME COMO UNA HALLULA TOSTADA EN EL TOSTADOR SIMPLE, EN EL GAS DE LA COSINA, BIEN CALIENTE Y CON MUCHA MANTEQUILLA, MANTECA PARA VOCEIS., JUNTO A UN MATE QUENTE …. ES DELICIOSO.

  2. VC ES UNA HADA DE LA COCINA, ME ENCANTA LEER SUS NOTAS.

  3. Carol

    Que rico tio! Gracias por compartir sus consejos para comer hallullas!
    Ya viste el post en su homenaje? http://colhernobolso.com.br/sukiyaki-vapt-vupt?

  4. […] contei aqui e aqui algumas histórias gastronômicas da minha estadia na ilha de Páscoa, conto aqui em […]

  5. […] na Ilha de Páscoa (já falei sobre algumas aventuras gastronômicas que vivi por lá aqui, aqui e aqui). Eles vendem isso em vários lugares na rua. É tão fácil achar Mote con Huesillos lá, como […]

  6. […] para pratos mexicanos como tacos, tortillas e combina muito bem com os pães hallullas (ver receita aqui). E claro, linguiçadas, batatas assadas, peixes, cachorro quente, e na falta desses pratos, sempre […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>