Sou a prima do grupo e hoje me aventuro na Inglaterra. Como de tudo, menos milho (por conta de uma alergia). Sempre vou pedir o prato mais estranho que tiver num cardápio. Tenho paixão por comidas típicas, principalmente as de rua (sou rato de feiras). Adoro inventar moda na cozinha com o que tiver na geladeira (estilo "se vira nos 30"). Acredito que não existe comida ruim, mas sabores aos quais não estamos habituados.

Sopa de Capeletti

  Alguns pratos tem gosto de infância e para mim, a sopa de capeletti é um deles. Nada melhor do que uma sopinha leve mas “com sustância” para uma noite fria! Esse foi um dos primeiros pratos que liguei para minha mãe para pedir a receita quando fui morar sozinha e cada vez que faço, é sucesso (nem que...
Leia mais

Brownie loiro e moreno

  Fim de semana de fim de provas merece umas gordices para relaxar! Na dúvida de qual bolo fazer, decidi fazer dois bolos em um, testando uma receita de “blonde & brunette brownies” (brownie loiro e moreno). Se meu cérebro foi consumido pelas provas, se fazia tempo que eu não fazia bolo, se os santos da confeitaria queriam...
Leia mais

Crique Ardéchoise: omelete de batatas à la francesa

  Que ovos e batatas fazem uma combinação perfeita, nós já mostramos no caso da tortilla de batatas espanhola. Mas que o sucesso dessa união percorre outras culturas e ganha novas versões, é o que mostramos no nesse post com o caso da “crique ardéchoise” (leia-se aqui “ardechoase”). Franceses são extremamente críticos e perfeccionistas, e eu diria...
Leia mais

Damascos para Helena

  Hoje é aniversário da Helena! E em homenagem à integrante tio-sâmica do Colher no Bolso, decidimos fazer um post onde pudéssemos reunir a aniversariante e comida. E as histórias são tantas, e tantas tão relacionadas com comida, a dificuldade a escolher uma nos levou a uma pequena “retrospectiva Leninha”. Quando éramos pequenas, a Helena...
Leia mais